Diabetes infantil - Diabetes tipo 1

O diabetes tipo 1 (DM1) é uma doença auto-imune caracterizada pela destruição das células beta produtoras de insulina. Isso acontece por engano porque o organismo as identifica como corpos estranhos. A sua ação é uma resposta auto-imune. Este tipo de reação também ocorre em outras doenças, como esclerose múltipla, Lupus e doenças da tireóide.

O DM1 surge quando o organismo deixa de produzir insulina (ou produz apenas uma quantidade muito pequena). Quando isso acontece, é preciso tomar insulina para viver e se manter saudável. As pessoas precisam de injeções diárias de insulina para regularizar o metabolismo do açúcar. Pois, sem insulina, a glicose não consegue chegar até às células, que precisam dela para queimar e transformá-la em energia. As altas taxas de glicose acumulada no sangue, com o passar do tempo, podem afetar os olhos, rins, nervos ou coração.

Diabetes

A maioria das pessoas com DM1 desenvolve grandes quantidades de auto-anticorpos, que circulam na corrente sanguínea algum tempo antes da doença ser diagnosticada. Auto-anticorpos são anticorpos com “mau comportamento”, ou seja, eles atacam os próprios tecidos do corpo de uma pessoa. Nos casos de DM1, os auto-anticorpos podem atacar as células beta que produzem insulina.


Origem do diabetes infatil

Não se sabe ao certo por que as pessoas desenvolvem o DM1. Sabe-se que há casos em que algumas pessoas nascem com genes que as predispõem à doença. Mas outras têm os mesmos genes e não têm diabetes. Pode ser algo próprio do organismo, ou uma causa externa, como alguns tipos de virus. Entretanto como é uma doença multifatorial é dificil determinar uma causa especifica. Quanto menos culpa os pais tiverem e mais rapida aceitaçao do diagnostico, melhor sera a qualidade de vida da criança.


Sintomas do diabetes infantil

Pessoas com níveis altos ou mal controlados de glicose no sangue podem apresentar:

  • Vontade de urinar diversas vezes
  • Fome freqüente
  • Sede constante
  • Perda de peso
  • Fraqueza
  • Fadiga
  • Nervosismo
  • Mudanças de humor
  • Náusea
  • Vômito

Tratamento do diabetes infantil

Na maioria dos casos, a diabetes infantil necessita da reposição de insulina, com aplicações diarias, além de uma dieta isenta de açúcar, mas dentro da realidade da criança, para que ela não se sinta diferente dos colegas e consiga controlar sua glicemia.

Existem vários tipos de insulina que indicamos de acordo com cada paciente e em cada fase do tratamento.

O que se sabe é que não existe diabetes emocional e que no momento não há cura para doença, mas tem se avançado muito para melhora da qualidade de vida dos pacientes, com tecnologia de ponta, como bomba de insulina e pâncreas artificial (em estudo).